sexta-feira, 3 de junho de 2016

Dicas valiosas de ergonomia para o lar

Dores de cabeça, dor no pescoço, pernas e braços podem estar ligadas a questões ergonômicas dentro do próprio lar.


  • Quem já trabalhou em empresas com jornadas de 6 horas ou mais no computador, em call centers, SAC e tantas outras funções correlatas, certamente conhece o significado da palavra ERGONOMIA.
    Ergonomia significa literalmente regras de trabalho. Erika Diniz, Terapeuta Ocupacional de Atendimento Domiciliar, define Ergonomia como: "Estudo entre o homem e seus trabalhos, equipamentos e meio ambiente."
    É uma ciência que surgiu da necessidade humana de facilitar a própria vida, seja através do uso de equipamentos que facilitam ou evitam esforços como hoje temos a calculadora e o computador, a cama, o carro, guindastes, etc e também armas para a guerra ou caça entre outros.
    Os princípios ergonômicos tratam então da relação do ser humano com esses inventos feitos para simplificar e facilitar a vida. São utilizados nas empresas como meios de evitar doenças laborais como problemas de coluna, posturas de risco, LER e consequente afastamento do trabalho e queda na produção.
    Antes restrito às empresas, o computador veio para os lares, porém os cuidados ergonômicos (como ginástica laboral) não o acompanharam. Há que se ter em casa o mesmo cuidado que as empresas têm.
  • Como aplicar ergonomia em casa?

    Alguns itens estão fora de nosso controle, como a altura da pia da cozinha ou do banheiro, altura de maçanetas, mesas e cadeiras, por exemplo, mas ainda podem ser adaptadas para trazerem o que foi proposto ao serem criados: conforto, segurança e eficiência.
  • Aplicando os princípios da ergonomia adaptados ao lar

  • Ao usar o computador

  • Posição vertical

    O trabalho deve ser feito sem que a coluna fique se curvando para executá-lo. Ou seja, não trabalhar curvado adequando a altura da mesa, teclado e monitor.
    • Mesas de computadores devem permitir ao braço fazer um ângulo de 90 graus ao usar o teclado.
    • O monitor deve estar com o topo da tela na altura dos olhos.
    • Os pés devem estar apoiados, se necessário, use um suporte como banquinho ou outro descanso.
  • Mesa e cadeira

    • Manter o tronco apoiado ao escrever ou usar o computador.
    • Assentar-se utilizando todo o assento da cadeira. Não sentar na beirada.
    • Utilize cadeiras com rodinhas para evitar ficar se torcendo para apanhar algo.
  • Ao assistir TV

  • Postura adequada

    Todo mundo gosta de se esparramar no sofá para ver TV ou então se senta e aos poucos escorrega, deita a cabeça no braço do sofá e acaba por adormecer. Dor no pescoço na certa.
    • Sente-se adequadamente apoiando o tronco.
    • A TV deve estar a uma distância adequada para evitar a fadiga visual e consequentes dores de cabeça. Antes de comprar, procure verificar o tamanho da tela e se está de acordo com o tamanho do ambiente.
    • Não apague todas as luzes para ver TV. Causa fadiga visual.
  • Ao ler e estudar

  • A mesa, a iluminação, a postura,

    tudo contribui para um melhor aproveitamento da leitura e para evitar dores de cabeça, pescoço e fadiga visual.
    • A mesa de leitura e escrita deve ficar na altura do estômago.
    • Jamais ler deitado. Caso goste de ler antes de dormir, faça-o sentado e caso prefira deitado, que seja por pouco tempo.
    • Apóie os braços.
    • Use iluminação adequada.
    • Se for ler ou estudar por longo tempo, faça pausas de 10 minutos a cada hora. Levante-se, vá tomar água, vá até a janela, enfim, evite ficar na mesma posição.
  • Ao cozinhar, limpar e passar roupas

    • Tenha os utensílios e ingredientes à mão ao cozinhar ou próximos para evitar ficar se torcendo.
    • Ao lavar louça use um banquinho embaixo da pia para apoiar um pé e outro alternadamente. O mesmo vale para passar roupas.
    • Abaixe-se com a coluna reta para apanhar objetos ou limpar abaixo da linha da cintura, flexionando os joelhos e não a coluna.
  • Ao carregar compras e crianças

    Há uma tabela de limitações para carregar peso:
  • Homens

    Adultos (18 a 35 anos) 40 kg
    De 16 a 18 anos 16 kg
    Menos de 16 anos PROIBIDO
  • Mulheres

    Adultas (18 a 35 anos) 20 kg
    De 16 a 18 anos 8 kg
    Menos de 16 anos PROIBIDO
    Para dicas de como melhor carregar e acomodar bebês veja aqui.
  • Ergonomia para as crianças

  • As mochilas escolares exigem atenção

    • O peso das mochilas não deve ultrapassar o limite de 10% do peso da criança.
    • Devem ser carregadas com as alças nos dois ombros para distribuição do peso.
    Há muito mais que se verificar com relação às mochilas. Neste blog há um check list completo.
    O corpo tem seus limites que devem ser respeitados para uma melhor qualidade de vida, saúde e alegria.