segunda-feira, 15 de junho de 2015

Concurso INSS 2015: autorização pode sair a qualquer momento

Agora que o Orçamento da União foi aprovado, MPOG deverá autorizar concurso para o INSS em breve.


O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão deverá se pronunciar oficialmente a respeito do novo concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em breve. Com a aprovação do Orçamento da União de 2015, ocorrida no dia 17/03, mais tarde tornado Lei (22/04), foi dado um passo positivo e decisivo para que se concretize este concurso.
O pedido de concurso inicialmente estipulou um total de 3.080 vagas, mas a solicitação foi refeita e reencaminhada à pasta, desta vez com um total de 4.730 vagas a serem preenchidas. A maioria das oportunidades (2.000) se destina ao cargo de Técnico do Seguro Social (nível médio), enquanto as demais se distribuiriam entre os cargos de Médico Perito (1.150) e Analista do Seguro Social (1.580).
Concurso pode ficar para 2016: na busca por certezas, o deputado Chico Alencar solicitou ao Ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, em março de 2015, informações sobre o próximo concurso do INSS. O requerimento pode ser acompanhado no link: <http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=996894>.
A resposta que foi dada dias depois pelo MPOG não é muito animadora, apesar de até já ser previsível: as vagas solicitadas foram contempladas parcialmente na LOA 2015 e não é possível dizer se a autorização sairá este ano, muito menos qual será o total exato de vagas/cargos a ser oferecido. Tudo isso porque o pedido ainda encontra-se em análise. Conclusão: existe possibilidade desse concurso ficar para 2016, sim!
PREPARE-SE COM BASE NO ÚLTIMO EDITAL!
A carreira de Técnico do Seguro Social requer o nível médio de escolaridade e proporciona remuneração inicial em torno de R$ 4,4 mil.
O ideal para todos os candidatos neste momento é priorizar os estudos, com base no conteúdo estabelecido no edital anterior.
INSS tem déficit superior a 10 mil servidores
Segundo a ANPAC - Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos, o INSS merece atenção especial no que se refere à reposição das perdas de pessoal, em função de sua importância social para a população. A Associação informa, inclusive que existe um déficit no órgão federal que é superior a 10 mil servidores em todo o país. "Para reverter o quadro precisa o governo intensificar a política de concursos públicos", conclui a nota.
Dicas de preparação
O professor Evandro Guedes, do Alfacon, adverte aos candidatos que a procura para o concurso do INSS é sempre grande, já que os cargos oferecidos são extremanente atraentes, tanto do ponto de vista remuneratório, quanto pelas características da própria carreira no órgão. “O último concurso ocorreu em 2012 e tivemos vagas para todo o território nacional, o que deve ocorrer novamente. As matérias básicas (português, informática, raciocínio lógico, direito administrativo e direito constitucional) jamais devem ficar de fora. A matéria chave é direito previdenciário e o candidato deve ficar atento às constantes mudanças na lei”, enfatiza.
Já o professor Reni Oswaldo, da equipe do Apostilas Opção, empresa que há mais de 20 anos atua no mercado de apostilas, lembra que a procura por este concurso está cada vez mais intensa, e obviamente sairão na frente os candidatos que começarem logo os estudos. "A dica principal é priorizar direito previdenciário, no entanto, por ser um concurso muito concorrido, o ideal mesmo é elaborar um bom e realístico cronograma de estudos, uma vez que sabemos que legislação em geral é assunto que deve ser estudado com muita atenção. Afinal, em concursos muito disputados, os detalhes podem fazer toda a diferença", afirma Oswaldo.
Tópico: INSS